Hackers na Rússia aproveitam falha do Windows para espionar Otan

Hackers radicados na Rússia aproveitaram uma falha no sistema operacional Windows, da Microsoft, para espionar durante vários anos a Otan, governos europeus e outras organizações, segundo informe publicado nesta terça-feira. O informe, elaborado pela empresa de cibersegurança iSIGHT Partners, revela que a falha, conhecida como “Sandworm”, permitiu aos ciber-espiões acessar computadores usando todas as versões do Windows para PC e servidores durante os últimos cinco …